Cores Primárias - Edição 15

Exposições

Imprimir

O que não tem fim nem começo, revela um tempo circular entre a tradição e o contemporâneo

Escrito por Da Redação. Posted in Exposições

 

 

" Pulso", Maria Nepomuceno, 2012. Fundação Eva Klabin, Rio de Janeiro. Foto Mario Grisolli.
 
 
                 Desde suas últimas individuais na Victoria Miro, em Londres, com a instalação The Force, e na Bienal de Esculturas de ARTZUID, em Amsterdam, ambas em 2011, as  esculturas de Maria Nepomuceno procuram ultrapassar os espaços delimitados para as mostras das galerias e seguir uma lógica espacial própria. Quase sempre o desenho de suas instalações aproveita-se dos recursos oferecidos pela arquitetura  con-formando-se ou estendendo-se para espaços alternativos que pouco tem a ver com o que denominamos, ou denominávamos, até pelo menos a década de 70, de espaço expositivo.  Leia também nesta edição artigo de Renata Puig sobre a formação das casas-museus, no Rio de Janeiro.