Cores Primárias - Cine Fórum “Quarenta anos sem Allende”
Imprimir

Cine Fórum “Quarenta anos sem Allende”

                                                CINUSP: 12 A 16 DE AGOSTO DE 2013
 
 
 
                    A mostra “Quarenta anos sem Allende” é parte da programação a ser realizada pelo III Fórum Permanente sobre Arte e  Cultura da América Latina, na Universidade de São Paulo, no mês de agosto de 2013 e pretende contribuir para as discussões cada vez mais presentes sobre a produção artística e os processos sociais, culturais e políticos de resistência das sociedades da América Latina. O CineFórum terá lugar no CINUSP, de 12 a 16 de agosto, conforme programação abaixo, e, o Fórum de debates acontecerá dia 27 de agosto, no auditório das Ciências Sociais, das 9h00 às 18h00, e terá como tema “Arte e Cultura da América Latina em Debate- Memória e Resistência”. 
 
 
CINE FÓRUM  “Quarenta anos sem Allende”
Endereço: Rua do Anfiteatro, 181 – Colmeias. Favo 4. Cidade Universitária- Butantã.
De 12 a 16 de agosto.
 
FÓRUM  “Arte e Cultura da América Latina em Debate: Memória e Resistência”
Endereço: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, prédio das Ciências Sociais, Avenida Professor Luciano Gualberto, 403/315, sala 14, Cidade Universitária- Butantã. 
Dia 27 de agosto.
 
 
PROGRAMAÇÃO
 
Dia 12 de agosto, segunda-feira
16h00
“Violeta foi para o céu”
 
Ficção-biografia: vida e obra da artista chilena Violeta Parra baseado no livro homônimo de Ángel Parra, desde a sua infância em Ñuble, suas viagens de descobertas culturais no interior do Chile, suas idas à França e Polônia, seus amores. 
Direção: Andrés Wood
Produção: Chile, Brasil e Argentina, 2011
Duração: 1h50m
Idioma: espanhol                          
Legendado em português
 
Abertura do Cine Fórum “Quarenta anos sem Allende”
Profa.Dra. Dilma de Melo Silva, diretora-presidente da CESA- Sociedade Científica de Estudos da Arte e professora sênior da ECA-USP.
Debatedora: Profa. Dra. Mariza Bertoli – Mestre e Doutora pelo Prolam-USP, Crítica de Arte e Coordenadora do Fórum Permanente de Arte e Cultura sobre a América Latina;
 
  19h00
“La ciudad de los fotógrafos” 
 
Documentário: Reconstrução da memória das ações dos fotógrafos chilenos durante o golpe de 1973 e do período posterior da resistência a Pinochet. Testemunhos de famílias de desaparecidos e mortos e de fotógrafos da época comprovam a importância do trabalho desses profissionais para o registro documental desse período. 
 
Direção: Sebastián Moreno
Pesquisa: Claudia Barril e Sebastián Moreno.
Diretor de Fotografia: David Bravo e Sebastián Moreno.
Música: Manuel García, Silvio Paredes
Produção: Películas del Pez.com, Chile 2006
Duração: 1h20m
Idioma: espanhol            
Legendas em inglês, francês e espanhol
 
Debatedor: Prof. Dr. Horácio Gutiérrez, docente de História das Américas da FFLCH-USP, autor de várias publicações: Literatura Folclórica del Maule; Trabalhadores na História do Brasil e, recentemente, Dulce Patria, um livro de poesias sobre o período da ditadura Pinochet. 
Dia 13 de agosto, terça-feira.
 16h00
 “Tucumán Arde - Documentário”
 
Documentário realizado pelo Governo da Província de Santa Fé, na Argentina, a partir de depoimentos dos participantes de Tucumán Arde, um coletivo de artistas de vanguarda, que em 1968, lançou um movimento de aproximação da arte e da sociedade com a realização de uma série de obras experimentais. O cenário desse acontecimento é a província de Tucumán, localizada a noroeste do país e foi escolhida pelos  participantes do movimento como modelo a ser denunciado de desigualdade  e miséria  provocadas pelo fechamento de diversas usinas de açúcar na região.
Produção: Programa Señal Santa Fé
Secretaria de Produções e Indústrias Culturais do Ministério de Inovação e Cultura
Coordenação geral: Direção Regional de Produtores Culturais Cecília Vallina
Produção Geral: Paula Valenzuela
Direção artística: Frederico Actle
Governo de Santa Fé- Argentina, 2011
Duração 22m
Idioma: espanhol                 
Sem legendas
 
16h30
“Tucumán Arde- Arquivos”
 
Programa da TV Argentina “Óptica” com entrevista da curadora Graciela Carnivale sobre os arquivos de Tucumán Arde, preservados e analisados por estudantes e pesquisadores da América Latina.
Produção: Óptica - Arte Actual
Produção Geral: Liseth Sayago
Realização: Camilo Martins
Unimedios Televisión, Argentina, 2010
Duração: 6m
Idioma: espanhol
Sem legendas
 
Debatedora: Simone Rocha Abreu, professora universitária de História da Arte. Crítica de Arte, membro-fundador do Fórum Permanente de Arte e Cultura sobre a América Latina, doutoranda PROLAM-USP. Pesquisa artistas argentinos e brasileiros nos anos 60.
 
 19h00
 “Nostalgia de la Luz” 
 
Documentário de Patrício Guzmán faz um paralelo com as atividades dos astrólogos e astrônomos no Deserto do Atacama, ao norte do Chile, instalados em monumentais observatórios e o trabalho contínuo de mulheres chilenas que procuram naquele lugar os restos mortais de seus parentes assassinados pela ditadura Pinochet. Um clima seco e sem umidade favorece a exploração do espaço pelos astrônomos em busca de uma eventual vida extraterrestre. Com igual persistência, as mulheres removem pedras e vasculham as terras áridas, algumas há mais de 30 anos, à procura dos corpos de seus filhos.
Direção e roteiro: Patrício Guzmán
Produção: Atacama Producción
Festival de Cannes - Menção especial
Chile, 2010.
Duração: 1h30m
Idioma: espanhol                                
Legendado em Português
 
Debatedor: Andrés Donoso Romo,  Antropólogo social pela Universidade do Chile (2003). Mestre em Estudos Latino-americanos pela Universidade do Chile (2007). Doutorando do PROLAM-USP. Trabalha as conexões entre Educação e Transformação Social.
 
Dia 14 de agosto, quarta-feira
 16h00
“Machuca” 
 
Chile, 1973. Gonzalo Infante (Matías Quer) e Pedro Machuca (Ariel Mateluna) são dois garotos de 11 anos que vivem em Santiago. O primeiro, numa bela casa situada num bairro de classe média. O segundo, num humilde povoado ilegal instalado a poucos metros de distância da escola. Dois mundos separados por uma muralha invisível que alguns sonham em derrubar na intenção de construir uma sociedade mais justa, como o padre McEnroe (Ernesto Malbran), diretor de um colégio particular de elite onde Gonzalo estuda. Em meio à política comunista instalada por Salvador Allende no país, o diretor decide fazer uma integração entre estes dois universos, abrindo as portas do colégio para os filhos das famílias do povoado. É assim que Pedro Machuca vai parar na mesma sala de Gonzalo, ponto de partida para uma amizade cheia de descobertas e surpresas, que acontece paralelamente ao clima de enfrentamento que vive a sociedade chilena na violenta transição de Allende para Pinochet. (Difusão Cultural Atibaia).
Direção: Andrés Wood, 2004         
Idioma: espanhol
Duração: 2h
Legendas em português
 
 
19h00
 “A Batalha do Chile I - A Insurreição da Burguesia”
 
Documentário: Salvador Allende põe em marcha um programa de profundas transformações sociais e políticas. Desde o primeiro dia a oposição organiza contra o governo uma série de greves enquanto a Casa Branca o asfixia economicamente. Apesar do boicote, em março de 1973 os partidos que apoiam Allende obtêm mais de 40% dos votos. Os conservadores compreendem que os mecanismos legais já não servem.
Direção: Patricio Guzmán   
Montagem: Pedro Chaskel
Diretor de Fotografia: Jorge Müller Silva
Som: Bernardo Menz
Equipe Tercer Año
Chile, 1973.
Duração: 1h30
Idioma: espanhol
Legendas em português
 
Dia 15 de agosto, quinta-feira
    
16h00
“Dawson, Isla 10”
 
Filme: No dia 11 de Setembro de 1973, um golpe militar no Chile depõe o presidente Salvador Allende e seus mais estreitos colaboradores são feitos prisioneiros e enviados para a Ilha de Dawson, no Estreito de Magalhães, o campo de concentração mais austral do mundo. Baseado no livro Isla 10, de Sergio Bitar.
Direção: Miguel Littín   
Co-produção: Brasil, Chile e Venezuela, 2010
Duração: 1h52m
Elenco: Cristián de la Fuente, Benjamín Vicuña e outros
Idioma: espanhol
Legendas em inglês
 
Debatedor: Marco Chandía Araya . Graduado em Educação e Professor de  Castellano. Mestre em Estudos Latinoamericanos pela Universidade do Chile e Doutor em Literatura chilena pela mesma Universidade. Pós doutorando em  Teoría Literaria e Literatura Comparada na  FFLCH – USP.
 
19h00
“A Batalha do Chile II - O Golpe de Estado”
Documentário: Final do governo Allende. Intensifica-se a resistência dos setores conservadores do Chile. Os militares começam a planejar o golpe em Valparaíso culminando em 11 de setembro de 1973.
Direção: Patrício Guzmán
Produção: Patrícia Boero, Alicia Crespo e Jorge Sánchez
Versão atualizada: Luis Mutti, Sergio Pérez, Molinaire S.A.
Equipe técnica e filmagem: Pablo de la Barra, Produtora América Proa.
Roteiro: Marta Harnecker, Pedro Chaskel e outros.
 Chile, 1973.
Duração: 1h30m
Idioma: espanhol    
Legendas em português
 
Dia 16 de agosto, sexta-feira
16h00
“Mampuján- Crónica de un Desplazamiento”
 
Documentário: Mulheres colombianas do vilarejo de Mampuján tecem as suas histórias de violência e esperanças em oficinas de bordados, que reúnem exilados de diversas localidades na Colômbia, depois do massacre de El Salado, ocorrido em fevereiro de 2000. O documentário é baseado na pesquisa de Maria Vitoria Uribe, pesquisadora da área de Memória da CNRR (Comissão Nacional de Reparação e Reconciliação), de conflitos e embates entre as forças paramilitares, o governo e as guerrilhas da Colômbia.
Produção e direção: CNRR, setor de Memória Histórica e Fundation Open Society Institute. 
Apoio: Organización Internacional para las Migraciones Colombia, 2009.
Duração: 26m
Idioma: espanhol    
Sem legendas
 
16h30
“Bocas de Ceniza”
 
Documentário: registro em vídeo das músicas dos camponeses colombianos lamentando a violência e a miséria a que estão submetidos na guerra entre paramilitares e guerrilheiros. Cada canto (oito no total) é uma narrativa pessoal, um testemunho da violência que já dura há 50 anos na Colômbia.
Produção e direção: Juan Manuel Echavarría
Colômbia, 2003
Duração: 18m       
Idioma: espanhol
Legendas em inglês
Acervo Casa Daros/ Rio de Janeiro
 
Debatedor: Carlos Suárez  é historiador pela Universidade Nacional de Colômbia (2010), e mestrando em História Econômica na Universidade de São Paulo. Tem trabalhado assuntos relativos a historia política colombiana da primeira metade do século XX e atualmente desenvolve sua pesquisa sobre o percurso continental do escritor americanista Germán Arciniegas.
 
 19h00
“A Batalha do Chile III – O Poder Popular”
 
Documentário: As reformas feitas por Allende no Chile, a mobilização popular, o controle de fábricas pelos operários.
Direção: Patrício Guzmán
Produção: Patrícia Boero, Alicia Crespo e Jorge Sánchez
Versão atualizada: Luis Mutti, Sergio Pérez, Molinare S.A.
Equipe técnica e filmagem: Pablo de la Barra, Produtora América Proa.
Roteiro: Marta Harnecker, Pedro Chaskel e outros.
 Chile, 1973.
Duração: 1h20m   
Idioma: espanhol
Legendas em português   
 
Debatedor: Osvaldo Coggiola. Graduado em História e Economia pela Universidade de Paris VIII . Mestre em História  pela Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais/França, doutorado em História Comparada das Sociedades Contemporâneas pela Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais/França (1983). Pós-doutorado pela USP onde é professor de História Contemporânea. É professor orientador do PROLAM- USP.  Escreveu Governos Militares na América Latina, com Jaime Pinsky; e “ 25 de Outubro de 1917: a Revolução Russa”, com Arlene Clemesha, entre outros.